Quais são os processos envolvendo o registro de imóveis? Descomplique! Marina Gelais 10 de dezembro de 2021

Quais são os processos envolvendo o registro de imóveis? Descomplique!

Registro de imóveis

A compra de uma casa está atrelada aos trâmites que vão desde a busca de uma propriedade ideal, o registro de imóveis até a negociação acerca de questões imobiliárias.

Em vista disso, se torna importante mencionar que a transferência de um bem, somente é possível após a propriedade ser registrada em cartório.

Assim, se você precisa entender o que é, e qual a importância do registro de imóveis para dar seguimento a sua ação, basta continuar a leitura deste post e tirar todas as suas dúvidas!

O que é um registro de imóveis

O registro de imóveis torna oficial a transferência de um imóvel para o novo proprietário. Após virar arrendador da propriedade, este locador é quem se responsabilizará pelo pagamento de alguns tributos imobiliários, como, a taxa de condomínio e o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

Para a emissão do documento imobiliário, o interessado deve se dirigir a um Cartório de Imóveis, cuja função é voltada a promover o armazenamento de todos os registros acerca dos imóveis que compõem a região.

Vale mencionar que o histórico completo dessas propriedades fica detalhado em cada registro, em que consta até quem foram os proprietários anteriores.

Geralmente, o novo proprietário tem o prazo de até 30 dias após a escritura ter sido liquidada para realizar a inscrição do registro.

Os preços cobrados pelo serviço têm como base o valor da propriedade e sofrem variação em cada estado.

Diferença entre registro de imóveis e escritura

De forma geral, a escritura concede ao comprador o direito de utilizar o bem adquirido, descartando a hipótese de ter que possuí-lo.

A posse da propriedade somente é reconhecida por meio do registro de imóveis. Desta forma, durante o processo de compra e venda, você precisa se organizar quanto à escritura para, depois, preparar o registro.

Logo, a escritura formalizará o acordo; já o registro tem a finalidade de comprovar quem, de fato, é o locador do imóvel.

A importância da matrícula do imóvel

Além de efetuar o registro de imóveis, é necessário assegurar a escritura da matrícula do imóvel, para assim, se tornar proprietário oficial da construção.

Essa etapa diz respeito à realização do cadastro no Cartório de Registro de Imóveis. Ao registrar o imóvel, ele receberá um número de identificação, assim como os registros de novas informações, chamado de averbações.

A averbação consiste em manter documentada, seguindo ordem numérica e cronológica, todas as alterações que a propriedade sofrer enquanto estiver na posse do arrendador.

Custos envolvidos no registro de imóveis

É de grande importância ressaltar que, fora os encargos relacionados à aquisição do bem, o registro de imóveis e a escritura, são documentos que o novo proprietário deve ficar ciente, cujos valores são tabulados e publicados todos os anos por meio dos tribunais de cada região.

A exemplo disso é o Imposto Sobre Transmissão de Bens (ITBI) — tributo cobrado quando ocorre transferência imobiliária. Imposto este, aplicado sobre o quanto vale a propriedade, e gira em torno de 2%.

Além desse encargo, existe o Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) que, assim como o ITBI, sofre variação em seu valor conforme a localidade (estado em que está situado) e tamanho do imóvel.

Assim, para você ficar a par do quanto deverá ser recolhido, é preciso procurar o órgão responsável por arrecadar esses impostos do local o qual a propriedade se encontra.

A necessidade de verificar a situação do imóvel

Antes de efetuar a compra de um imóvel, é importante que você analise a situação desse bem por meio da internet. Há estados que disponibilizam acesso ao acervo virtual.

Dessa forma, nas plataformas online você consegue emitir certidões e cópias das matrículas de imóveis. Esta é a maneira de facilitar a vida daqueles que querem certificar a situação da propriedade, assim como a idoneidade do vendedor.

Caso você não possa contar com o auxílio do serviço, vai ser preciso se dirigir a um cartório e solicitar os documentos sob forma física.

Compra imobiliário com o Meu Primeiro Apê

Embora você tenha ajustado e analisado todos os processos que envolvem o registro de imóveis, pode ser que surjam algumas dúvidas acerca das modalidades de transferência e compra imobiliária, como, tributos a ser pagos e certas tarifas do mesmo âmbito.

Diante disso, é muitíssimo importante contratar uma construtora que conta com uma equipe de especialistas super qualificados, profissionais que acompanharão a construção da obra desde o começo até a sua conclusão.

Pensando nisso é que apresentamos o Meu Primeiro Apê. Essa empresa consegue te oferecer tal tipo de suporte e, o mais importante, sem haver custo adicional!

Com o Meu Primeiro Apê, o primeiro passo rumo à edificação de seu imóvel se dá pela escolha do financiamento que melhor satisfaça as suas condições financeiras.

Desta forma, assim que você tiver escolhido uma linha de crédito, vai ser possível se livrar de preocupações e dores de cabeça, pois, todas as etapas que envolvem o financiamento imobiliário, ficam por conta do Meu Primeiro Apê!

Financie imóveis pelo Meu Primeiro Apê

Investir no financiamento imobiliário representa a aquisição de uma propriedade que, no presente, tende a atender as suas necessidades e, no futuro, significará benefícios às próximas gerações — isto, no caso de seus filhos e netos.

Em vista disso, não há dúvidas de que você precisa escolher uma excelente construtora, organização capaz de superar todas as suas expectativas.

Então, caso a sua pretensão seja a de obter êxito no que diz respeito ao financiamento imobiliário, contratar o Meu Primeiro Apê é a forma assertiva de você fazer isso!

Produtos e serviços

Além de promover acessibilidade quanto aos assuntos que abrangem o setor imobiliário (financiamento e taxas), o Meu Primeiro Apê possibilita a compra de apartamento ainda na planta.

O mais surpreendente, é que você somente vai precisar ter em mãos um aparato digital com acesso à internet para poder analisar os produtos e serviços contidos no site https://beta.meuprimeiroape.com.br/.

Ao acessar esse site, é possível encontrar os melhores imóveis sem que você gaste tempo procurando.

Ficou curioso para entender mais sobre o assunto? Confira a seguir o que o Meu Primeiro Apê tem a oferecer:

  • Venda de apartamentos em diferentes estágios de construção;
  • Simulação aberta de condições de financiamento;
  • Cadastro de imóveis feito pelas corretoras.

Além de ter ficado por dentro sobre o que significa e qual a importância do registro de imóveis, agora, você sabe também que os produtos e serviços do Meu Primeiro Apê estão à sua disposição!

Write a comment
Your email address will not be published. Required fields are marked *