Quais comprovantes de renda são necessários para financiar um imóvel?

Quais comprovantes de renda são necessários para financiar um imóvel?

Seja para moradia, aumento de patrimônio ou mesmo fundar um estabelecimento, se torna necessário ter em mãos o comprovante de renda.

Caso não haja comprovação de renda, há possibilidade de o crédito ou outros benefícios para a aquisição imobiliária não serem concedidos.

Então, com a finalidade de evitar que o seu financiamento seja cancelado, separamos neste post as principais dúvidas acerca dos comprovantes aceitos pelos bancos. Confira!

Comprovante de renda, o que é?

De forma clara, se trata de um documento cujo objetivo é o de informar a renda que você adquire por mês.

Em vista disso, é válido mencionar que alguns certificados não apresentam descontos para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e previdência social, por exemplo; já outros, podem conter o valor líquido, apresentando os descontos.

Além de ser possível conseguir financiamento para adquirir imóvel, o comprovante de renda permite a abertura de contas em instituições financeiras e a concessão de empréstimos.

Como comprovar renda na hora de financiar um imóvel?

Geralmente, as instituições financeiras exigem certos documentos que atuam como comprovante de renda para a aquisição de um bem. São eles:

  • Contracheques: documento destinado aos assalariados em que consta o vencimento mensal. Emitido pela organização contratante;
  • Declaração do Imposto de Renda constando o último ofício exercido — necessário conter recibo de entrega;
  • Emissão dos seis últimos extratos bancários, de todas contas, tanto de pessoa física como jurídica;
  • Ao profissional autônomo ou empresário, relação de faturamento dos últimos 12 meses.

No caso de autônomo, é sugerido mostrar também a carteira emitida pela entidade profissional.

Outra forma utilizada como comprovante de renda por essa classe de trabalhador é a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE). Este documento afere os rendimentos obtidos em certo período.

Autônomo consegue comprovar renda para financiar pela Caixa?

Quando o assunto tem a ver com solicitar crédito imobiliário, a instituição financeira Caixa Econômica Federal se mostra como um dos bancos mais cogitados pelos brasileiros.

Nesse caso, a Caixa permite que a classe autônoma de trabalhadores peça empréstimos, minimizando as dificuldades na hora comprovar renda.

Em vista disso, munidos da Declaração do Imposto de Renda (IRPF) e dos comprovantes de pagamentos de contas (movimentação bancária), os autônomos tendem a ajudar ainda mais na conquista de um financiamento Caixa.

Além desses profissionais, o banco aceita outras classes de trabalhadores, como:

MEI

Quem se enquadra ao modelo empresarial simplificado, conhecido como MEI ─ Microempreendedor Individual ─, costuma ter a necessidade de apresentar os seguintes documentos:

  • Extratos bancários dos últimos seis meses;
  • Imposto de Renda Pessoa Física e Jurídica (IRPF e IRPJ) — constando recibo de entrega referente ao exercício do último cargo;
  • Fotocópia do Contrato Social da Microempresa;
  • Relação do que foi faturado no ano anterior, contanto que esteja assinada pelo contador da organização.

Empresários

Como são donos do próprio negócio, os empresários não têm holerite. Assim, como comprovante de renda, eles podem apresentar uma Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos ou o pró-labore.

Esse documento contém dados acerca da remuneração dos sócios que constituem uma empresa.

Trabalhadores informais

Além de ser preciso comprovar despesas básicas, como, contas de água, luz, plano de saúde e telefone, o trabalhador informal pode utilizar faturas do cartão de crédito e extratos bancários dos últimos seis meses como comprovante de renda.

Já os trabalhadores informais não isentos, estes, podem também apresentar a última declaração do Imposto de Renda.

Alguns bancos possibilitam que o trabalhador informal acrescente a renda informal de uma pessoa do grupo familiar à outra renda formalizada.

Outros documentos necessários para financiar um imóvel

Adjunto à documentação exigida dos trabalhadores (MEIs, empresários e trabalhadores informais), as instituições financeiras podem ainda pedir os documentos a seguir:

  • Documentos pessoais (RG e CPF);
  • Certidão de nascimento ou de união estável, ou divórcio;
  • Comprovante de residência;
  • Se utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS): extrato do FGTS e fotocópia da carteira de trabalho;
  • Certidão negativa de débitos perante à União;
  • Documentos do imóvel financiado. 

Consigo financiamento imobiliário sem comprovante de renda?

Geralmente, a comprovação de renda é necessária para se financiar um imóvel. Isto porque o banco precisa saber se o solicitante terá condições para quitar as mensalidades em aberto.

Entretanto, caso o interessado detenha conta com renda apurada e possua um bom relacionamento com o banco, há chances de conseguir um financiamento imobiliário sem comprovante de renda.

Financie seu imóvel pelo Meu Primeiro Apê

Ao escolher o Meu Primeiro Apê, você vai poder contar com especialistas super qualificados, profissionais responsáveis que edificaram a obra do começo ao final de sua conclusão.

Além disso, ao optar pelo Meu Primeiro Apê, o primeiro passo rumo à negociação de sua casa própria ocorre pela escolha do modelo de financiamento que melhor se adéque às suas condições financeiras.

Após escolher a linha de crédito ideal, suas preocupações e dores de cabeça deixarão de existir, pois, o Meu Primeiro Apê se responsabilizará por todas as etapas acerca do financiamento imobiliário!

Financiamento imobiliário pelo Meu Primeiro Apê

No presente, financiar um imóvel representa a obtenção de uma propriedade que tende a atender às suas necessidades; no futuro, benefícios às próximas gerações — filhos e, quem sabe, netos.

Diante dessas possibilidades, não há dúvidas de que você deve escolher uma excelente empresa capaz de atender a todas as suas expectativas. Assim sendo, se você quer obter êxito quanto ao empreendimento imobiliário, a contratação da Meu Primeiro Apê se mostra como uma forma assertiva de fazer isso!

Produtos e serviços

O Meu Primeiro Apê possibilita a compra de apartamento ainda na planta e disponibiliza acessibilidade a assuntos atrelados ao âmbito imobiliário (taxas e financiamentos).

O mais incrível é que você pode analisar os nossos produtos e serviços apenas acessando o site  Dessa forma, o acesso às informações do Meu Primeiro Apê pode ser realizado em qualquer lugar, desde que tenha em mãos um aparelho digital com acesso à internet.

Ficou curioso e quer saber mais sobre? Descubra em nosso site o que o Meu Primeiro Apê tem a oferecer. 

Além de ter ficado por dentro de como comprovar renda e assim adquirir um imóvel, agora, você sabe também que os produtos e serviços do Meu Primeiro Apê estão à sua disposição!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.