fbpx

Aprenda a fazer um sofá de pallet e economize dinheiro!

sofá de pallet
6 minutos para ler

Mais um ano está chegando ao fim. E é muito comum, nesse período, as pessoas desejarem dar uma cara nova para casa. A prioridade, sem dúvida, são os espaços que serão compartilhados com amigos e parentes, e é aí que aparece o sofá de pallet.

Por isso, o ideal é começar pela sala ou varanda gourmet. Por serem áreas comuns, a mudança poderá ser sentida por todos. E são ideais para abrigarem nossa dica de hoje: o sofá de pallet.

A peça, produzida artesanalmente, tem o poder de imprimir personalidade ao ambiente. Principalmente por se tratar de um elemento único, exclusivo. E o melhor de tudo: é decoração de baixo custo. Confeccionada em material sustentável. E pode ser feito por você. Quer saber como? Neste artigo te ensinamos o passo a passo. Mas antes, as perguntinhas mais básicas. Vamos lá?!

O que é o pallet?

De origem inglesa a palavra “Pallet”, muitas vezes aportuguesada como palete, é um estrado de madeira, metal ou plástico. A peça é comumente utilizada, em todo o mundo, com a finalidade de facilitar a movimentação de carga. Sua utilização torna mais prático o carregamento e descarregamento de produtos e mercadorias.

Isso porque os pallets encaixam nas empilhadeiras possibilitando transportar lotes maiores e mais pesados em menor tempo e com menos esforço.

Onde encontrar?

Há alguns anos era bem mais fácil conseguir doações de pallets no mercado do bairro ou de algum conhecido. No entanto, desde que os móveis artesanais de pallet se popularizam, ficou mais complicado.

Por outro lado, se encontrá-los “de graça” ficou mais difícil, a facilidade em adquiri-los com custo bastante acessível é compensatório. Sendo possível achar casas especializadas em diversas cidades do país. Com a vantagem de garantir peças livres de cupim, bolor ou cheiros fortes.

Onde usar sofás de pallet?

A princípio, o sofá de pallet pode ser usado em qualquer ambiente, desde que o material, textura e cores do revestimento estejam em harmonia com o restante da decoração. No entanto, o móvel fica especialmente charmoso em varandas, jardins e espaços de convivência.

Quanto tempo leva na confecção?

Definir o tempo de conclusão da peça depende de diversos fatores. Da ajuda concedida por auxiliares à sua habilidade com ferramentas e acabamentos. Além, é claro, da opção de também confeccionar o revestimento ou não.

De modo que o trabalho — já tendo reunido todo o material — pode levar apenas uma tarde ou vários dias. Mas com certeza, o esforço será recompensado.

Quais os materiais necessários?

É claro que os elementos necessários dependerão do modelo escolhido e de suas dimensões. Para construir a peça descrita no nosso passo a passo, você vai precisar de:

  • 3 paletts;
  • vassoura ou escova de cerdas duras para limpeza;
  • alicate médio;
  • água rás;
  • lixa grossa — 80 ou 120;
  • rolinho ou trincha;
  • pregos e parafusos;
  • furadeira;
  • martelo;
  • verniz;
  • peças “L” em metal;
  • futtons, almofadas, colchão ou colchonetes para o assento (tecidos, cola para tecidos, linha, agulha, botões — a depender do seu gosto e habilidade).

Aconselhamos usar luvas e máscara durante a confecção. Especialmente ao aplicar o verniz e realizar o lixamento.

Como fazer um sofá de pallet?

Bom, agora que você já sabe tudo que precisa e pode planejar quanto tempo tem disponível, vamos ao passo a passo.

Local e limpeza

Transporte e organize todo o material usado para um local arejado, de preferência aberto. Limpe bem os pallets utilizando a vassoura ou escova e a aguarrás. Em seguida, lixe as superfícies retas dos pallets, inicialmente com a lixa 80, que é mais grossa. Observe em quais pontos ficaram farpas e lixe novamente, agora com a 120 e não se esqueça de lixar e arredondar todas as quinas.

Pintura

Agora é hora de começar a pintura. Primeiro faça o fundo branco, preparatório para a tinta. Aguarde pelo menos 30 minutos antes de aplicar a tintura propriamente dita. Administre a primeira demão de tinta com o rolinho. Começando pelas partes planas.

Observe como a madeira absorve o pigmento. Caso seja muito porosa, vai exigir a realização de duas ou três demãos. Terminada a pintura das porções planas, pinte as partes irregulares e emendas com uma trincha. Seja cuidadoso e paciente. Esse procedimento será determinante na qualidade do acabamento. Espere secar e, se houver necessidade, passe outra demão.

Estrutura

Com os pallets lixados e pintados, é hora de fixar a estrutura. Para isso, posicione 2 pallets, um acima do outro. Fixe-os com o “L” de metal ou mini-cantoneiras nas extremidades, utilizando os parafusos.

A estrutura está quase pronta. Agora, para o encosto do sofá, retire apenas o estrado do pallet, sem os pés. Posicione o encosto do sofá de pallet entre as ripas, formando um ângulo leve, cerca de 45 graus. Utilize a madeira sobressalente para reforçar o encosto por trás, assim, o seu sofá terá a firmeza necessária.

Caso queira ainda mais comodidade, você pode instalar rodinhas para ajudar na movimentação do seu sofá.

Prontinho! Agora é só optar pelo revestimento.

Como escolher o revestimento?

Para o estofamento são três as alternativas mais comuns: utilizar futons, encomendar um estofado manufaturado e confeccionado sob medida ou, ainda, aplicar um colchão revestido. Para tomar essa decisão, você deve considerar o estilo da decoração. Além do ambiente no qual o móvel será alocado, os hábitos pessoais da família e, claro, quanto você quer investir.

Lares com crianças e ambientes pouco formais, como jardins e áreas gourmet, devem evitar tons claros. Nesse caso, o ideal é dar espaço aos tecidos resistentes e coloridos. Uma boa opção pode ser, inclusive, pintar o tecido com uma estampa exclusiva e, só depois realizar a costura, como uma capa para colchão. Isso é um pouco mais trabalhoso, mas terá um resultado único e incrível.

Como você pode constatar, o sofá de pallet pode ser uma excelente alternativa para renovar a sua sala ou varanda. Mas os pallets conseguem fazer muito mais pela decoração da sua casa.

Eles, também, podem ser utilizados na confecção de estantes e/ou mesas. Tudo com um custo muito acessível. Basta um pouco de criatividade e tempo, mas esse é assunto para um próximo artigo.

E se você quiser ficar sempre antenado com as melhores dicas de decoração e imóveis, siga-nos nas redes sociais, estamos no Facebook e LinkedIn. Contamos tudinho para você lá! Até o próximo post!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-